quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

VALENTÃO


Melhores Momentos de Cunha x Moro

VALENTÃO
Vocês não sabem quem sou?
Sou um homem do cangaço
Me chamam Chico Fulô;
Engulo balas de aço
Sem sentir nenhuma dor;

Grades de ferro espedaço
Sem fazer muito rumor;
E faço pouco e desfaço
De quem mais valente for.

CATIRINA

Mas se é assim tão forte
Por que te chamam... fulô...?

VALENTÃO

Assim me tratam as mulheres
Com elas sempre mantive
Relações sempre amorosas;
Mas os homens todos sabem;
Que sou fulô venenosa:
Que embora Chico fulô
Uma vez com um só tiro,
Numa feira em Nazaré,
Por pouco mais que besteira,
Liquidei Pedro Garrucha
Matei Totonio Banzé
E Berto da Lambezeira.

(pausa)

Por minhas tantas façanhas
Ganhei prestígio e valor:
Fui jagunço muito tempo
No grupo do Nicanor
E hoje estou no serviço
Do seu coronel Nonô.


Depoimento de Eduardo Cunha ao juiz Sérgio Moro - Parte 1


Depoimento de Eduardo Cunha ao juiz Sérgio Moro - Parte 2


Depoimento de Eduardo Cunha ao juiz Sérgio Moro - Parte 3


Depoimento de Eduardo Cunha ao juiz Sérgio Moro - Parte 4


Depoimento de Eduardo Cunha ao juiz Sérgio Moro - Parte 5


Depoimento de Eduardo Cunha ao juiz Sérgio Moro - Parte 6



João Valentão
Dorival Caymmi
 
João Valentão é brigão
Pra dar bofetão
Não presta atenção e nem pensa na vida
A todos João intimida
Faz coisas que até Deus duvida
Mas tem seu momento na vida
É quando o sol vai quebrando...


Zelão
Sérgio Ricardo
 
Todo morro entendeu quando o Zelão chorou
Ninguém riu, ninguém brincou, e era Carnaval
No fogo de um barracão
Só se cozinha ilusão
Restos que a feira deixou
E ainda é pouco só
Mas assim mesmo o Zelão
Dizia sempre a sorrir
Que um pobre ajuda outro pobre até melhorar


Gilberto Gil – Domingo no Parque


Gilberto Gil e Os Mutantes - Domingo no Parque

O rei da brincadeira
Ê, José!
O rei da confusão
Ê, João!
Um trabalhava na feira
Ê, José!
Outro na construção
Ê, João!...


Canto de Ossanha
Baden Powell
 
O homem que diz "dou" não dá, porque quem dá mesmo não diz
O homem que diz "vou" não vai, porque quando foi já não quis
O homem que diz "sou" não é, porque quem é mesmo é "não sou"
O homem que diz "tô" não tá, porque ninguém tá quando quer
Coitado do homem que cai no canto de Ossanha, traidor

Coitado do homem que vai atrás de mandinga de amor

Nenhum comentário:

Postar um comentário